A vida de Kathy Grant

A fim de que melhore-se o conhecimento sobre os primeiros alunos de Joseph Pilates, explicamos aos nossos profissionais que realizaram o curso de formação em pilates RJ (Rio de Janeiro) , no ano passado, tudo sobre a vida dessa excelente professora e encontramos importante que conheçam a vida de Kathy Grant, que foi uma grande elder da metodologia.

Dessa forma afirmamos que a nomenclatura de “elder” é dada de fato aos primeiros alunos de Joseph Pilates . “Kathy” junto a muitos outros alunos, tiveram o prazer de poder realizar suas aulas ministradas pelo próprio criador da técnica, Joe Pilates.

A importância de conhecer a vida de uma elder.

Inegavelmente hoje em dia a metodologia já leva muitas características pessoais dos primeiros alunos de Joseph Pilates, que ademais foram colocando da sua aprendizagem e adicionando seus conhecimentos modernos à metodologia.

Kathy de maneira idêntica como outros elders, puderam tomar aulas de pilates em seu estado puro portanto é importante ver um pouco da sua história para entender porque foi uma das melhores mestres de pilates do mundo.

A vida de Kathy Grant ano após ano.

Dessa maneira é importante avisar que detalharemos resumidamente a cronologia de toda a vida de Kathy Grant ano após ano.

Em síntese explicaremos desde seu nascimento até sua morte, para que dessa forma todos os profissionais possam espelhar-se em sua maestria de ensino do método.

Cronologia de vida desde o nascimento até a mudança para Nova Iorque.

1921:  Em primeiro lugar seu nascimento: Kathleen Stanford Grant, nascida em 1º de agosto de 1921 em Boston, Massachusetts

1930: Em segundo lugar é importante relatar que ela começou a ter aulas de balé no Conservatório de Música de Boston. Durante o ensino médio, ela passou verões em Nova Iorque estudando balé no Carnegie Hall

1945: Em terceiro lugar e não menos importante relatamos que ela mudou-se para Nova Iorque e arranjou um emprego como corista e capitão de dança no Zanzibar Club

Broadway, viagens e regreso a Nova Iorque.

1947: Juntou-se ao elenco do ensemble do Rainbow de Finian já que é faturado como o primeiro show integrado da Broadway

1949: Nesse meio tempo viajou para o exterior para dançar na Espanha e na Itália com Claude Merchant e Dançarinos

1953: Por conseguinte regressou a Nova Iorque, onde dançou com o Arthur Mitchell e o Donald McKayle. Uma das peças que ela realizou com a empresa de McKayle foi Four Vignettes

Cirurgia e primeiro contato com o método e casamento.

1954: Fez cirurgia no joelho e por consequência dessa lesão foi encaminhada a Joseph Pilates para reabilitação por Pearl Lang

1956: Apresentada em Donald McKayle’s , no Hunter Playhouse em Nova York. Ela ademais também se apresentou em “Kiss Me Kate e Carmen Jones”

1957: Como resultado de sua experiência com o método Pilates, começou a trabalhar para Carola Trier por sugestão de Arthur Mitchell

1960: Foi ao Festival dos Dois Mundos em Spoleto, Itália com Donald McKayle e Companhia. Esse foi um ano espetacular para Kathy porque mais tarde e ao mesmo tempo, naquele ano, ela se tornou a coreógrafa assistente de Donald McKayle e Walter Nicks no musical Kicks and Company

1963: Advogado casado, Jim Grant

Certificada pelo próprio Joseph Pilates.

1964: Perguntou diretamente à Joseph Pilates se poderia realizar com ele um programa de aprendizado para uma certificação, através do Programa de Reabilitação Profissional do Estado de Nova York. Junto com Lolita San Miguel, ela completou 2.200 horas de observação.

Lolita San Miguel e Kathy Grant são as únicas pessoas que Joseph Pilates comprometeu-se a ensinar seu trabalho através de uma instituição legal (Universidade de Nova Iorque). Foi emitido ademais um certificado legalizado comprovando isso.

1965: Surpreendentemente deixou de trabalhar para Carola Trier para viajar para a Guiné, África Ocidental como Consultora Cultural para um projeto com Harry Belafonte e Walter Nicks

Curiosidades sobre a vida de Kathy Grant

1967: Tornou-se diretora do Clark Center for Performing Arts, onde ademais iniciou muitos programas para artistas e organizações comunitárias. Ela também foi assistente de Walter Nicks para o programa de televisão ABC

1970: Tornou-se o diretor administrativo no teatro da dança de Harlem. Ensinou uma classe da manhã que incluísse o trabalho da esteira de Pilates e o jazz

1971: Tornou-se o primeiro Africano-Americano a juntar-se ao Fundo Nacional para as Artes painel. Ela também estava no Conselho de Nova York das Artes

Sua vida trabalhando com pilates no dia a dia

1972: Saiu do Dance Theatre of Harlem para dirigir um Estúdio Pilates na loja de departamentos de Henri Bendel. Ela foi capaz de ensinar dançarinos profissionais em uma taxa de desconto, juntamente com os clientes afluentes da loja

1976: Assistiu o diretor Robert Cooper para a produção Broadway borbulhante Brown Sugar. Seu marido Jim foi um produtor do show

1983: Assistiu os coreógrafos Michel Smuin e Arthur Mitchell para o filme Frances Coppola The Cotton Club. Ela também foi organizadora da conferência Dance Black America na Academia de Música de Brooklyn

1988: Mudou seu estúdio para a Tisch School of the Arts na Universidade de Nova York, onde ela treinou estudantes, dançarinos profissionais e aposentados, e não-dançarinos

Premios e palestras

2003: Recebeu um Prémio de Realização ao Longo da Vida do Centro de Artes Performativas de Thelma Hill, em Brooklyn, no The Souls of Our Feet: People of Color Dance Festival. Além de ter cirurgia de quadril naquele ano, ela começou a ensinar Master Classes na conferência Pilates Method Alliance

2006: Palestra no Balanced Body: Pilates em turnê em Long Beach, Califórnia

Termina a vida de Kathy Grant, uma das melhores professoras de pilates do mundo.

2010: Morreu em 27 de maio de 2010 aos 88 anos

Artigo escrito por Alves Pilates Brasil

Baixe o Ebook de pilates e AVC gratis!

Faça o download aqui!