fbpx

Adeus enxaqueca

Resumimos tudo que você precisa saber sobre pilates e enxaqueca.

mulher com enxaqueca

No artigo “Adeus enxaqueca” explicaremos como o pilates melhora a oxigenação do cérebro e auxilia no tratamento da patologia.

Pesadelo para pessoas de todas as idades, a enxaqueca atinge cerca de 15% da população do pais, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBCE). Ela é um dos tipos existentes de dor de cabeça e um problema crônico, que se manifesta através de enjoos, vômitos, foto sensibilidade (reação anormal aos raios solares), alteração de humor e inegavelmente tontura. É uma doença neurológica e hormonal, que atinge principalmente as mulheres.

A enxaqueca é resultado de disfunções neuroquímicas, da qualidade de vida do paciente e de suas heranças genéticas. Mas com a ajuda do pilates e de um profissional capacitado, é possível, sim, reverter o quadro e dar adeus á dor!

Sintomas típicos da enxaqueca:

  • Um dos sintomas geralmente apresentados é uma dor latejante e pulsátil, de tal forma que geralmente é unilateral, de intensidade moderada ou forte;
  • Náuseas ou/ e vômitos
  • Hipersensibilidade à luz (fotofobia), aos sons (fonofobia) e a certos odores (osmofobia), que se mantém de quatro a 72 horas e piora com o movimento;
  • Irritabilidade;
  • Depressão;
  • Agitação.

Combine!

No curso de pilates em Porto Alegre, no ano passado, explicamos que a crise de enxaqueca deve ser sempre acompanhada por um profissional, já que a automedicação pode agravar o problema.

Tratamentos preventivos, como o pilates, ajudam a combater a crise, mas não substituem o acompanhamento clinico.

Qual profissional médico trata a enxaqueca?

Geralmente é o clinico geral . caso ele não possa ajudar a identificar o que está causando sintomas desconfortáveis, talvez seja hora de consultar um especialista em enxaqueca, o neurologista. 

O neurologista é um médico treinado em diagnosticar e tratar distúrbios e doenças do cérebro, medula espinhal, nervos e músculos.

Outros médicos como um oftalmologista, otorrinolaringologista, alergista podem ajudar no diagnóstico e determinar se os sintomas são causados por enxaquecas ou por outras doenças que apresentam sintomas parecidos.

Adeus enxaqueca, no estúdio de pilates.

O treinamento do Pilates utiliza diversas técnicas importantes para amenizar as dores de cabeça. Trabalha-se a respiração, que melhora a oxigenação do cérebro; a flexibilidade, que auxilia a tensão muscular; a força, que organiza a postura e o fluxo sanguíneo, e a coordenação, que ameniza o estresse e melhora a qualidade do sono.

A maioria dos exercícios de pilates é indicada para quem sofre de enxaqueca já que, por controlarem o equilíbrio do movimento, exigem auxilio da respiração. Pode-se preferir exercícios que tenham o apoio da cabeça.

Pilates diz adeus à enxaqueca: comprovado!

Um estudo realizado na Suécia revelou que o pilates pode ser um ótimo instrumento para o tratamento da enxaqueca. Foram reunidos 26 pacientes clinicamente diagnosticados com a doença, que foram submetidos a um programa de exercícios três vezes na semana, durante 12 semanas. Como resultado, eles tiveram o volume máximo de oxigênio aumentado, maior qualidade de vida e, consequentemente, melhora no estado da enxaqueca ao longo dos treinos.

infográfico com estudo de caso de pacientes com enxaqueca que melhoraram depois de realizar pilates

O que causa enxaqueca?

homem com enxaqueca

A doença poder ter diferentes fatores, como a genética, o ambiente, a alimentação e os hormônios. e ademais pessoas que dormem mal de noite, podem sofrer desse tipo de dor de cabeça.

Fatores genéticos:

alguns dos pacientes possuem enxaqueca como herança genética e estão mais suscetíveis as dores de cabeça. “Passada de pais para filhos, essa predisposição genética pose ser manifestar com estímulos do ambiente ou da má qualidade de vida”, esclarece a profissional.

infográfico com causas da enxaqueca

Fatores externos e ambientais:

Especialistas afirmam que a enxaqueca está mais presente em cidades grandes. O ritmo alucinante do dia a dia, o estresse, as mudanças abruptas do clima e a poluição também servem como gatilho para a doença.

Ademais pessoas que dormem mal de noite, podem sofrer desse tipo de dor de cabeça. Dessa forma pessoas com o sono fragmentado (sono superficial) que acordam muitas vezes de noite, inegavelmente são fortes candidatos a padecer essa patologia.

Fatores alimentares:

Alguns alimentos estimulam uma grande quantidade de hormônios e neuropeptídios (usados para a comunicação intercelular), causando as dores. Bebidas alcoólicas, refrigerantes, conservantes e cafeína devem ser evitados. Recomenda-se não fazer jejum ao acordar, já que a fome também pode causar crises.

Fatores hormonais:

Ocorre principalmente em mulheres.

Casos como a menstruacão e o uso de anticoncepcional podem agravar a enxaqueca.

Ademais do tratamento da enxaqueca, o pilates pode proporcionar alivio a outros tipos de dores secundários que podem agravar a patologia?

Sim e podemos resumir, entre outros:

Coluna

A atividade fortalece e alonga os músculos paravertebrais (que mantém a coluna ereta). “Assim, proporciona mobilidade e postura correta, amenizando as dores”.

Nervo ciático:

Por trabalhar a flexibilidade, os exercícios melhoram a tensão muscular que comprime as inervações e ademais comprometem o esse nervo (ele começa no quadril e se estende até os dedos do pé).

Articulações:

A atividade fortalece e alonga a musculatura que envolve as articulações. Dessa forma, estabiliza o movimento e diminui ou elimina o problema.

O que você não deveria comer ou tomar antes ou depois da aula de pilates, para evitar a enxaqueca:

Antes da aula deveríamos evitar portanto aqueles que estimulam o sistema nervoso.

  • Bebidas alcoólicas;
  • Pimenta, temperos prontos
  • Bebidas com cafeína como café, guaraná, bebidas energéticas, chocolate e refrigerante
  • Chá verde, chá mate e chá preto, por conterem cafeína;
  • Laranja, abacaxi, kiwi e frutas cítricas, por serem ricos em vitamina C, nutriente que pode desencadear uma crise;
  • Carnes processadas, como presunto, salame, linguiça e salsicha, por conterem muito aditivos;
  • Sopas prontas e macarrão instantâneo, devido ao excesso de aditivos.

Tente consumir esses alimentos depois da aula de pilates ou 3 horas antes:

  • Peixes gordos, como o salmão, ou atum e sardinha ou cavala, porque são ricos em ômega 3;
  • Leite, banana e queijo, pois são ricos em triptofano, que aumenta a produção de serotonina, hormônio que dá uma sensação de bem-estar;
  • Oleaginosas como castanhas, amêndoas e amendoim, pois são ricas em selênio, mineral que diminui o estresse;
  • Sementes, como chia e linhaça, pois são ricas em ômega-3;
  • Chá de gengibre, pois tem propriedades analgésicas e anti-inflamatórias que ajudam a aliviar a dor;
  • Suco de couve com água de coco, porque é rico em antioxidantes que combatem inflamações;
  • Chá de flores de lavanda, maracujá ou erva-cidreira, são calmantes e ajudam a promover o bem-estar.

Sugestões de exercícios para prevenir a enxaqueca.

Indicaremos exercícios abaixo mas é importante saber que todos exercícios de pilates devem ser supervisionados presencialmente por profissionais titulados no melhor curso de pilates possível.

Respiração

Relaxe o corpo e concentre em acionar o powerhouse, sempre inspirando pelo nariz e expirando pela boca relaxada e semi aberta, a fim de que o ar tenha uma saída com bastante espaço.

Sinta como a coluna se expande e contrai tridimensionalmente como resultado da sua respiração correta.

mulher deitada no chão realizando exercicio de respiração

Abraçar 1 perna

Inspire (sempre como ensinado acima) na posição e expire abraçando uma perna. De maneira idêntica repita com a outra perna.

mulher deitada abraçando uma perna

Abraçar 2 pernas

Inspire (sempre como ensinado acima) na posição e expire abraçando ainda mais as duas pernas.

mulher deitada abraçando as duas pernas

Spine Stretch

Primeiramente inspire na posição inicial . Expire realizando uma flexão de coluna e sinta a convexidade, posteriormente falando, da sua coluna ao mesmo tempo que o abdome permanece “succionado” durante o movimento

A fim de que o exercício seja mais beneficioso, sinta sempre o apoio dos isquios e o alongamento axial ao estar sentado.

Roll down

Comece sentado na posição inicial. Expire realizando uma flexão de coluna e um pouco de extensão de quadril (em relação ao tronco). Logo após, retorne à posição inicial inspirando.

The one leg stretch

Imite a posição inicial da modelo. Sempre ao mudar de posição para a segunda foto inspire. Realize a expiração só quando esteja na posição das fotos.

Só para ilustrar: se você está realizando a transição de movimentos de uma foto para outra, tem que inspirar sempre. Esse exercício pode ser realizado de uma forma mais básica, portanto pode até mesmo usar uma almofada na cabeça.

Concluímos nosso artigo afirmando inegavelmente que é imprescindível que todos se conscientizem de que o acompanhamento médico é o mais importante mas que, com a ajuda do método pilates, temos outra “solução de apoio” para lidar contra essa patologia.

Artigo realizado pela equipe Alves Pilates.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixe o Ebook de pilates e AVC gratis!

Faça o download aqui!