fbpx

Como combinar Pilates e outros sistemas de exercícios?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Quer aprender como combinar Pilates e outros sistemas de exercícios? É possível fazer diferentes sistemas ou métodos e ter vantagens para sua saúde!

Na verdade, a combinação de diversos tipos de práticas físicas é uma escolha ótima para deixar de vez o sedentarismo de lado.

Contribui para que sua saúde seja notável e sua rotina se torne muito mais saudável.

Afinal, praticar exercícios te ajuda a liberar endorfina e ter maior prazer pela vida. Que tal aprender como combinar Pilates e outros sistemas de exercícios agora mesmo?

Pilates e outros sistemas: como escolher uma combinação positiva?

Ao começar um treino de Pilates, você vai perceber que seu corpo melhora a postura e fica mais flexível.

Esse é um aspecto positivo para todos exercícios que você queira praticar. Tendo em vista que, a técnica irá auxiliar a formar tônus muscular, equilíbrio, elasticidade e potência muscular.

Devido ao fato de aprender a respirar melhor e ganhar força nos músculos com o Pilates, você pode, por exemplo, se tornar um corredor melhor.

Ou se deseja pegar mais peso na musculação, com certeza vai conseguir devido ao aumento da consciência corporal ganha no treino de Pilates.

Portanto, podemos dizer que, o Pilates é uma técnica fácil de combinar com outras práticas físicas. Uma vez que, nas aulas você vai trabalhar muitos aspectos para sua saúde e desenvolvimento de seu corpo.

Dessa forma, terá aptidōes físicas positivas para qualquer outra prática que possa querer fazer.

Cuidado ao se exceder nos exercícios

É muito comum que, a combinação de diferentes sistemas de atividade física resulte em um excesso de treinos semanais.

E isso pode levar seu corpo a um estágio de fadiga no qual, fica difícil se recuperar posteriormente. Diminuindo inclusive, a eficácia de seus treinos.

Afinal, seu corpo estará cansado e fadigado demais para oferecer resultados estéticos ou positivos para sua saúde.

É fundamental manter o equilíbrio e fazer os seus treinos somente de acordo com os limites de seu corpo.

Respeitar uma frequência que seja saudável irá fazer toda a diferença na sua rotina. E se você está se questionando qual seria essa frequência ideal, a resposta é depende!

A frequência ideal de exercícios depende diretamente da montagem de seus treinos e da sua rotina. Uma vez que, o ideal é descansar uma musculatura que foi trabalhada por no mínimo 24 horas.

Quanto mais avançada é a sua idade, mais tempo seu corpo precisa de repouso para reconstruir a musculatura que foi danificada durante o treino.

Além disso, sua alimentação também atua diretamente nesse reparo muscular. Sendo preciso ter uma rotina alimentar saudável para obter bons resultados em relação à recuperação dos músculos.

Dessa forma, é possível garantir um resultado mais satisfatório para que você mantenha a sua rotina ativa.

Descanse quando houver necessidade

É muito importante perceber que, ao combinar Pilates e outras modalidades de exercícios na sua rotina, existe pouco tempo para o descanso de seu corpo.

Por isso mesmo, se um ou outro dia você estiver percebendo maior lentidão e indisposição, faça um descanso. Deixe um treino de lado e procure repousar ou fazer alguma atividade mais leve.

Dessa forma, haverá maior tempo para seu corpo se recuperar para o próximo treino. Algo que é extremamente importante para que você tenha resultados.

Afinal, se é um objetivo estético a ser alcançado com uma rotina de treinos intensos, é preciso planejar bem para que seus músculos se recuperem.

Caso contrário, o resultado demorará mais a aparecer. Por isso mesmo, o descanso deve ser entendido como parte de seu treino para obter resultados.

Vale a pena combinar Pilates e outros sistemas em caso de patologias?

Sim! Quem tem hérnia de disco, por exemplo, pode optar pela combinação de Pilates e musculação.

Nesse caso, o Pilates entrará com o objetivo de diminuir a pressão sobre a coluna. Enquanto a musculação irá fortalecer toda a musculatura da coluna para dar maior conforto ao praticante.

Tendo em vista que, a musculatura bem desenvolvida é uma aliada da boa postura, que evita dores e episódios de crises.

Quem precisa de exercícios de baixo impacto, por exemplo, pode aliar Pilates e natação. As mais diversas composições podem ser feitas de modo que, o Pilates auxilie a manter uma rotina saudável.

Justamente por ser uma técnica que pode ser praticada apenas 2 vezes na semana e ainda ter benefícios, o Pilates se enquadra bem em uma rotina de treinos.

De forma que, você possa, por exemplo, treinar Pilates 2 vezes na semana e a outro sistema ou modalidade preencher os demais dias úteis.

Tudo irá depender diretamente de qual é o seu horário disponível na semana. Uma dica legal é que, você sempre deve conversar com seus instrutores físicos.

Dessa forma, o treino será adaptado a sua rotina que envolve mais de um sistema de atividade física. Possibilitando que sempre tenha como resultado os benefícios de todas as atividades que você pratica.

Sandro Alves, personal trainer e segunda geração em pilates.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixe o Ebook de pilates e AVC gratis!

Faça o download aqui!