fbpx

Pilates e o Tratamento da Asma

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Você sabia que Pilates e o tratamento da asma andam em conjunto? Pacientes com asma podem se beneficiar muito do método.

Tendo em vista que, o Pilates é responsável por mudar o seu padrão de movimentos, contribuindo para respirar melhor e se mover com mais fluidez.

Portanto, o Pilates tem tudo aquilo que é necessário para auxiliar o paciente a tratar a asma de forma definitiva.

E o melhor de tudo é que, o Pilates pode ser praticado em todas as fases da vida. Além de ser um método que irá prevenir lesões e problemas causados pela má postura. Pilates é respirar movimento!

Mulher usando inalador para tratamento da asma

Pilates e o tratamento da Asma: a reeducação respiratória

No curso de pilates em São Paulo desse ano explicamos que, adaptado para quem sofre de asma, o Pilates é um exercício que reeduca a respiração.

Portanto, com uma rotina de treinos de Pilates é possível melhorar a forma de respirar, a postura e o condicionamento físico.

Três fatores que, em conjunto, atuam na melhora da saúde e diminuição das crises de asma. Além disso, o Pilates é responsável também por minimizar a rigidez do tórax de quem pratica a modalidade.

Por isso mesmo, é possível ativar e reeducar os músculos das costas, que são responsáveis pela expansão da mesma ao respirar, assim como pulmōes e diafragma.

Dessa forma, é possível que o paciente desbloqueie sua respiração torácica, contribuindo para melhorar a respiração.

Desenho dos pulmōes

Pilates alivia a ansiedade

Outro aspecto importante do Pilates, é que a técnica é responsável por ajudar o paciente a controlar os sintomas de ansiedade.

É natural que os pacientes asmáticos estejam sempre em estado ansioso. Afinal, infelizmente essas pessoas vivenciam crises de asma a qualquer momento.

Por isso mesmo, adotar uma atividade física que seja capaz de tratar a questão respiratória e em conjunto tratar a ansiedade, é excelente.

Uma vez que, o Pilates irá contribuir para a melhora da qualidade de vida do paciente. Que ganhará com a técnica muito mais autoconfiança.

Ao trabalhar os exercícios respiratórios do Pilates, o paciente se educa a respirar com mais facilidade e isso oxigena melhor seus tecidos.

Dessa forma, é possível evitar crises de asma e garantir que a qualidade de vida irá melhorar.

Principalmente devido ao fato de aliviar também a ansiedade. Devolvendo ao adepto a segurança e confiança em seu próprio corpo.

A saber:

Além disso, praticar Pilates como parte da rotina garante mais vigor físico.

Benefícios do Pilates no tratamento da asma

Surpreendentemente, o método Pilates conta com outros benefícios além de aliviar a ansiedade e reeducar a respiração. Portanto, confira quais são eles:

  • Aumenta a estabilidade da coluna vertebral;
  • Oferece mais energia aos órgãos e músculos por transportar melhor o oxigênio;
  • Promove a liberação residual de todos os canais respiratórios;
  • Melhora o transporte de nutrientes essenciais aos tecidos do organismo;
  • Aumenta o controle dos próprios músculos e do sistema respiratório.

Sempre após uma aula de Pilates, sua saúde estará melhor e você terá a sensação de bem-estar.

O método pode ser adotado para curar a asma e melhorar sua saúde de forma global. E se o paciente desejar, o Pilates pode se tornar parte de seu estilo de vida.

Procure um bom instrutor de Pilates

De nada adianta recorrer ao Pilates para tratamento da asma, se o instrutor não for qualificado. Portanto, na hora de se tornar um praticante de Pilates, procure um bom profissional.

Tendo em vista que, a boa orientação é o que fará você ter progresso na técnica. Dessa forma, os benefícios para a sua saúde serão notórios.

Uma vez que, a técnica será corretamente ensinada e o instrutor irá acompanhar de perto os resultados.

Garantindo assim, que você terá uma boa execução dos exercícios. Portanto, o Pilates será realmente eficaz na sua saúde, para te deixar livre da asma de uma vez por todas.

Asmático em plena crise não deve se exercitar

Nunca pratique os exercícios de Pilates durante uma crise de asma. Caso esteja em crise de asma, é recomendado procurar ajuda médica.

Para que possa realizar o tratamento adequado e se recuperar por completo.

Somente após a crise ser superada é que o paciente deve voltar a sua rotina normal. Caso tenha interesse, após a crise o paciente pode adotar o Pilates como exercício.

Uma vez que, os exercícios respiratórios do Pilates não são ideais durante a crise. Em alguns casos, a ansiedade por causa por causa da crise, pode ocasionar até mesmo dificuldade de respirar.

Homem usando inalador para asma

Em conclusão…

Não raro, os pacientes relatam sensação de sufocamento durante crises de asma. E isso pode não ter relação com a asma em si, sendo na verdade, uma questão psicológica desencadeada pela crise.

O medo de passar mal de forma grave e realmente precisar de internação para resolver a questão, desencadeia a sensação de sufocamento.

Portanto, o ideal é que todo asmático procure ajuda médica quando está em crise.

De forma que, o problema não seja agravado durante uma sessão de Pilates ou qualquer outro exercício.

Afinal, é preciso estar se sentindo bem para fazer esforços durante um treino.

Mulher realizando exercício de pilates para tratamento da asma
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixe o Ebook de pilates e AVC gratis!

Faça o download aqui!