fbpx

Descubra Quais São As 10 Principais Áreas De Atuação Da Fisioterapia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

A fisioterapia é uma área muito vasta, uma prova disso é que ela tem diferentes formas de atuação.

Se você tem interesse de atuar nesta profissão, então deve saber que há várias atividades nas quais atuar.

Assim, a fisioterapia é uma atividade que permite que o profissional trabalhe em diversas áreas:

  • Em primeiro lugar com a Prevenção;
  • Já em segundo lugar com a Recuperação;
  • E ademais com a Reabilitação.

Quem não possui a visão total da profissão, acha que ela se trata apenas de um trabalho. Um que tem como fim, tratar as lesões musculares e realizar reabilitação pós-cirúrgicas.

Caso deseje saber mais sobre essa área, continue lendo este conteúdo!

Principais Áreas De Atuação Da Fisioterapia

Principais Áreas De Atuação Da Fisioterapia

Quando você tem maior noção sobre quais áreas a fisioterapia pode atuar, você consegue ver o quão vasto é o campo de ação do fisioterapeuta. 

Sendo assim, limitações quanto a área de trabalho são baixas.

A fim de saber mais e de maneira direta, podemos definir a profissão como sendo uma área que:

  • Faz diagnósticos;
  • Prevenção;
  • Reabilitação de pessoas que apresentam alguma disfunção de movimentação;
  • Reabilitação de atividade dos sistemas corporais ou de órgãos.

Portanto, qualquer doença que cause trauma, incômodo ou alguma condição genética incluindo aspectos sociais e psicológicos.

Sendo assim, o fisioterapeuta pode atuar nas seguintes áreas:

1. Fisioterapia de esportes:

A saber:

Essa é uma das áreas mais conhecidas por sempre estar em evidência.

Desse modo, nos locais onde são feitos treinamentos e competições, ter a ajuda de um profissional é o básico que se pode ter.

No mundo dos esportes, ter um atleta com lesão é sinal de perda de lucros, portanto, acaba causando prejuízos a sua equipe.

Desse modo, o trabalho do profissional lado a lado com esse atleta é vital para um centro esportivo.

2. Fisioterapia com acupuntura:

Essa área trata-se da tradição milenar da medicina chinesa.

Tem como objetivo principal fazer aplicações de agulhas em áreas próprias do corpo a fim de tratar doenças e manter a saúde do indivíduo.

Através dela, o profissional da fisioterapia pode tratar o paciente por meio de estímulos dos nervos que existem na pele e em outros lugares do tecido.

Desse modo, enviam uma mensagem ao cérebro que faz soltar efeitos distintos pelo corpo.

3. Fisioterapeuta do trabalho:

Este profissional é o responsável por fazer com que a saúde de um operário esteja em dia. Portanto, sua área de ação é na prevenção de lesões.

Assim, qualquer problema que ocorra com o trabalhador através de suas atividades, o fisioterapeuta poderá ajudar.

4. Fisioterapeuta aquático:

Talvez esse seja um dos mais curiosos tipos de fisioterapia que existe. Sendo assim, seu objetivo principal é fazer a aplicação das técnicas da fisioterapia só que na água.

Essa atividade tira vantagens dos efeitos da físico-química da água. Desse modo, pode ser feita em:

  • Grupos;
  • Sessões individuais.

A fisioterapia aquática gera saúde, previne doenças e ademais realiza a reabilitação do indivíduo. 

5. Fisioterapeuta cardiovascular:

Esse gênero está diretamente ligado a prevenir todas as doenças cardíacas por meio de exercícios específicos.

Assim, os principais adeptos a este tipo de fisioterapia, são pacientes com problemas de:

  • Insuficiência cardíaca;
  • Infarto do miocárdio;
  • Cardiopatia;
  • Entre outras doenças ligadas ao coração.

Através das atividades dadas pelo terapeuta, o paciente consegue retornar a suas ações rotineiras de modo gradual.

6. Fisioterapia oncológica:

A fisioterapia vem para ajudar a recuperar, preservar ou manter a integridade cinética-funcional do sistema e dos órgãos. Em geral, de quem passou por um tratamento.

Além disso, buscam manter a qualidade de vida do paciente para que não haja falhas causadas pelo tratamento da doença.

7. Fisioterapia para saúde feminina:

Esse é um campo do fisioterapeuta que tem como meta ter cuidado com o ciclo da vida da mulher.

Portanto essa é uma atividade que tem ação desde a infância até que se chegue a terceira idade.

Além de serem os responsáveis também por cuidarem da gestação e do pós-parto.

Por causa de a mulher passar por várias mudanças em sua vida e com seu corpo, esse tipo de fisioterapia é vital.

Ou seja, para dar apoio e auxílio em todas as dúvidas necessárias. Assim, um dos pontos tratados pela área é a ginástica íntima que:

  • Ajuda na redução da menopausa;
  • Redução de cólicas;
  • Diminui incontinência;
  • Entre outros pontos.

8. Fisioterapia quiropráxica:

Esse tipo de fisioterapia, em resumo, se volta aos profissionais que tem como principal meta a promoção da saúde.

Sendo assim, por meio da liberação do fluxo neurológico e manuseio da coluna, o profissional consegue gerar esse bem-estar.

Esse modo é famoso por sessões de estalos de articulações e membros.

9. Fisioterapia de terapia intensiva:

Esse modo faz com que o profissional realize supervisão contínua de pacientes que sofrem com problemas médicos.

Em geral, uma equipe de profissionais faz parte dessa área.

Esse tipo de fisioterapia ser torna muito especial pois faz com que o profissional seja capaz de lidar com pacientes que estão em estado crítico.

10. Fisioterapia do sono:

A fisioterapia do sono trata aquelas pessoas que tem dificuldades para dormir, principalmente porque respiram mal.

Muito comum em homens, a doença em geral vem ligada a idade e a problemas de obesidade.

A fisioterapia do sono consegue tratar então problemas como :

  • Ronco alto;
  • Cansaço;
  • Sonolência em horas inadequadas.

Portanto, ela consegue dar a qualidade de vida a pessoa. Logo, fisioterapeutas podem conseguir empregos em:

  • Hospitais;
  • Clínicas;
  • Centros de treinamento;
  • SPAs;
  • Studios de pilates;
  • Entre muitas outras opções.

Sendo assim, é muito importante que se você tem desejo nessa área, que procure instituições e cursos de qualidade.

Além disso, é importante saber também sobre o pilates, pois este método é mais um modo de atuação no mercado.

A junção da noção do pilates com as técnicas de fisioterapia darão ao aluno, tudo o que ele busca em relação a bem-estar.

Conclusão

treino com fisioterapeuta

Vale destacar então, que essas não são as únicas opções possíveis para a fisioterapia e que 90% das áreas citadas acima podem ser realizadas em um estúdio de pilates!

Só para ilustrar: se você faz um curso de formação em pilates e monta um estúdio, poderá trabalhar em quase todas áreas descritas acima!

Temos um exemplo de uma aluna que fez o curso de pilates RJ e montou um estúdio de pilates e ademais uma sala anexa ao lado. Assim sendo trabalha com pilates e também com acupuntura.

Além disso, existem ainda muitas outras áreas em que um profissional pode atuar.

Portanto, quem deseja essa profissão, procure juntar seu conhecimento e se doe aos seus objetivos.

É vital, que acima de tudo, um profissional tenha então a noção adequada para poder atuar na área.

Nos conte então qual é a área de fisioterapia que mais te atrai aqui nos comentários e divulgue esse artigo em suas redes.

Dani Castro, formada em fisioterapia.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixe o Ebook de pilates e AVC gratis!

Faça o download aqui!