fbpx

Influência alemã nas aulas de pilates

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Influência alemã nas aulas de pilates é um artigo que conta um capítulo a parte na criação e formação do método pilates.

É surpreendente como nas aulas (ou sessōes de pilates) utilizamos metodologia de outro método de ginástica alemã. Enfim: tudo mesmo sem saber, não é mesmo?

Sim! Um método dentro de outro método.

Na realidade o pilates é contituído de diversas metodologias. E queremos falar sobre uma delas: a ginástica alemã Turnverein!

Influência alemã nas aulas de pilates: os inícios da ginástica Turnverein

A saber:

Em 1811 nasce a ginástica turnverein pois a princípio de tudo houve a criação da Associação de Ginastas, pelas mãos do professor e patriota alemão Friedrich Ludwig Jahn em Berlim em 1811.

Com as palavras alemãs “turnen” que significa praticar ginástica e “verein” que significa clube, união, nasce a ginástica Turnverein! O termo bem como o significado (a partir desse momento) começou a ser entendido como um lugar para praticar exercícios físicos.

Os primeiros turnvereins eram clubes ou , às vezes, centros para o cultivo da saúde e do vigor por meio de exercícios de ginástica. Isso incluía o uso de equipamentos de ginástica modernos como a barra horizontal, barras paralelas e, do mesmo modo, o cavalo com alças entre outros.

Em princípio as organizações também tinham como objetivo preparar a juventude alemã para defender seu país contra a França napoleônica.

Assim sendo, todos os ginastas foram encorajados a desenvolver um espírito de patriotismo e Deutschheit (“germanidade”).

Friedrich Ludwig Jahn
Friedrich Ludwig Jahn

A expansão da ginástica alemã no mundo.

Durante a Revolução de 1848 nos estados alemães, alguns membros do clube de ginástica alemã da época aliaram-se a facções que se revoltaram-se sem sucesso contra a monarquia, sendo forçados a deixar o país posteriormente.

Os emigrantes levaram seus clubes a outros países e principalmente nos Estados Unidos, em Cincinnati, Ohio, em 1848, onde a organização agora tinha mudado de nome: American Turners.

A saber:

Nessa época existiam também organizações semelhantes, chamadas Sokols formadas na Boêmia (moderna República Tcheca) na década de 1860 e sobretudo enfatizavam a unidade social e comunitária em vez do nacionalismo.

Nesse sentido não devemos confundir as duas organizaçōes.

Os clubes Turnvereins enfatizavam o patriotismo e nacionalismo. Ademais promovian programas de cidadania e cultura aliada a atividades de saúde e educação física, em especial ginástica.

Influência alemã nas aulas de pilates: o pai de Joseph Pilates treinava ginástica Turnverein.

O pai de Joseph era um ginasta entusiasmado e levou o filho Joseph com ele ao clube de ginástica desde o início. Em diversas pesquisas é visto que Friedrich Pilates era membro do clube de ginástica de Gladbach “Eintracht”.

Ademais disso e durante muitos anos foi o responsável por manter o equipamento em ordem. Em virtude de cuidar do clube ele conseguiu fazer com que seus dois filhos, Joseph e Friedrich, seis anos mais jovem, se interessassem pela ginástica e adicionar os dois como praticantes.

Naquela época, a ginástica era um termo geral para uma variedade de disciplinas.

Só para ilustrar:

  • Exercícios de solo e ginástica com aparelhos
  • Outros exercícios adicionais “em pé de caminhar, pular, pular, correr e virar”,
  • Exercícios de “pendurar, escalar, pull-ups e levantamento de peso,
  • Caminhada e pular corda,
  • Marcha, corrida, corrida de duração e corrida em linha, luta livre e outros jogos diferentes ”.

Todas essa atividades físicas eram consideradas ginástica.

Influência alemã nas aulas de pilates: o que nos conta Eva Rincke?

Segundo Eva Rincke, grande pesquisadora da história do pilates , o mestre dedicava-se muito à ginástica. Quando seu pai lhe mostrava um novo exercício no chão, nas barras ou no cavalo com alças, ele praticava o movimento até que pudesse fazê-lo sem cometer um erro. Ele frequentemente acompanhava seu pai quando ele ia ao clube de ginástica adulto. O garoto magro admirava os corpos musculosos dos homens e sonhava em ser forte também.

Uma vez, quando um líder da academia demonstrou um novo exercício, Joseph Pilates o observou de perto. Já era notável a curiosidade nos olhos do menino.

Joseph estudou a ginástica para adultos por muito tempo até entender qual parte do corpo o exercício deveria fortalecer. Ele admirava a elegância com que seu pai fazia os exercícios.

O futuro mestre do Pilates fazia os exercícios exatamente como seu pai lhe disse que fizesse, mesmo quando alguns dos movimentos pareciam estranhos para ele: muito rígidos, muito não naturais. No entanto, Eva Rincke diz também que ele nunca teria contado ao seu pai o que pensava. Friedrich Pilates exigia obediência total de seus filhos. Responder era estritamente proibido.

Principalmente sobre a perfeição de um exercício individual …. Joseph copiou os movimentos como contados, mas secretamente pensou em suas próprias variações.

Foto do pai de Joseph Pilates junto a amigos em um clube turnverein
Pai de Joseph Pilates no centro da foto

Influência da ginástica alemã nos USA

Conhecidos agora como Turners ou clubes de ginástica alemã tiveram uma influência profunda na introdução da educação física, por meio da ginástica alemã, no sistema escolar dos USA..

Em 1865, os membros da Turner fundaram a North American Gymnastic Union. Essa união teve um papel importante na perpetuação da ginástica alemã e no treinamento de professores de educação física nos Estados Unidos.

Em 1866, a North American Gymnastic Union criou o Normal College of Gymnastics na cidade de Nova York. No início, a malha curricular era de apenas um programa de certificação de quatro meses, depois cresceu para um bacharelado de 4 anos.

Essas faculdades eram responsáveis ​​pelo treinamento da maioria dos professores de educação física em academias, clubes Turnverein, escolas públicas e faculdades.

O Normal College of American Gymnastic Union se transformou depois em Indiana University School of Physical Education. Essa é a mais antiga escola de educação física em funcionamento contínuo no USA. (Pumroy e Rampelmann 1996).

Existem mais provas da influência da ginástica alemã no método pilates?

Sem contar a influência do seu pai é importante mencionar que Joseph Pilates, o criador da metodologia chamada de Contrologia, que hoje conhecemos como Pilates, ficou retido no campo de detenção Knockaloe, na Inglaterra, na I Guerra Mundial.

Naquela época, estavam suspeitando do fato que a integridade física das pessoas retidas em campos de detenção estivesse piorando. Ao mesmo tempo muitos médicos já estavam associando o treinamento físico à melhoria da saúde. Com tudo isso em vista, começaram a estimular a ginástica gratuita para os detentos. E uma delas era a ginástica alemã.

Guia de exercícios de ginástica alemâ distribuída no campo de detenção de Knocklaoe que mostra a influência alemã nas aulas de pilates
Guia de exercícios de ginástica alemâ distribuída no campo de detenção de Knocklaoe

Mais provas:

As fotografias abaixo (retiradas do grupo de facebook de Pilates 100 +) mostram o festival de ginástica alemã Turnverein realizado no campo de detenção Knockaloe em 27 de setembro de 1915. Isso é apenas 2 semanas depois de Joseph Pilates chegar ao campo de detenção. A reportagem do jornal que acompanha é exatamente esse evento e as seguintes palavras são um extrato de uma reportagem do evento que dá vida à fotografia:

“Os exercícios gratuitos despertaram o maior interesse possível. Estes foram apresentados durante a tarde, sob um sol forte e perante uma grande audiência. A visão de quase 200 ginastas vestidos de branco, marchando com acompanhamento musical e excelente porte para então realizar os exercícios livres foi maravilhosa. ”

Esses tipos de eventos sem dúvida foram uma das fontes de inspiração para Joseph Pilates durante seu período de internação.

Exercícios de ginástica alemâ  no campo de detenção de Knocklaoe que mostra a Influência alemã nas aulas de pilates
Foto de jornal de exercícios de ginástica alemâ  no campo de detenção de Knocklaoe que mostra a influência alemã nas aulas de pilates

Conclusão:

Inegavelmente a metodologia pilates possui elementos de outros métodos. Deixamos aqui a foto de 1 exercício do método e ademais outra da ginástica Turnverein. Com certeza você vai notar o parecido nas duas disciplinas… e a partir de agora, já pode dizer que também conhece um pouco da ginástica alemã!

Sandro Alves, profissional de pilates.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixe o Ebook de pilates e AVC gratis!

Faça o download aqui!