fbpx

10 Tipos De Carreiras Que Um Profissional De Fisioterapia Pode Seguir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Você sabia que um profissional de fisioterapia tem a vantagem e chance de atuar em diferentes áreas?

Graças ao vasto campo da profissão, é possível que você consiga ter um emprego em vários lugares diferentes e em diversas modalidades.

Para quem ainda está pensando que carreira seguir, chegou ao lugar certo. Neste artigo mostraremos algumas das principais e mais em alta opções.

Como a fisioterapia é um dos ramos mais importantes da área da saúde, você verá como todas elas são especiais!

Quer saber mais sobre essas carreiras? Continue lendo então, e descubra agora mesmo quais são as suas opções.

O Que Um Profissional De Fisioterapia Pode Fazer?

O Que Um Profissional De Fisioterapia Pode Fazer

A fisioterapia é uma área tão importante e que ajuda muitos pacientes a se curarem.

Por isso, chama atenção de muitos jovens e adultos, despertando a vontade de atuar na área. Um profissional formado pode atuar no tratamento e prevenção de:

  • Problemas genéticos;
  • Acidentes;
  • Má postura;
  • Entre muitas outros pontos.

Tudo isso pode ser tratado  com terapia, exercícios ou técnicas. Se engana então, quem pensa que o profissional só cuida de lesões por acidentes.

A profissão abrange a saúde da mulher, estética, entre outras áreas. Ou seja, ela não tem restrição de idade a ser trabalhada.

Portanto, desde crianças até idosos podem se beneficiar dos recursos dados, especialmente nas seguintes condições:

  • Problemas de respiração;
  • Distúrbios;
  • Deficiência física.

Todos esses precisam de um expert que atendam suas necessidades. Desse modo, abaixo, listarei as principais carreiras que o profissional de fisioterapia pode seguir.

1. Saúde da mulher:

Aqui, todas as questões que sondam o universo feminino desde a infância até a terceira idade, são abordadas.

Ou seja, essa área foca na vida da mulher como um todo. Portanto, trata de questões como gravidez, incontinência urinária, vida sexual, etc.

Muitos pontos são abordados e todos tem a finalidade de promover saúde e qualidade de vida para mulheres.

2. Dermato-funcional:

O profissional de fisioterapia nessa área, trata pessoas que tem lesões de:

  • Cortes de cirurgia mal feitas;
  • Queimadura;
  • Flacidez de pele;
  • Cicatrizes;
  • Entre outros.

Tudo isso para que o paciente consiga ter mais conforto e qualidade de vida. Trabalhando assim, não só com os problemas, mas também com a autoestima da pessoa.

O tratamento é feito com laser, entre outros utensílios. De modo que, tudo seja feito de forma mais rápida e eficaz.

3. Profissionais de fisioterapia do trabalho:

Temos aqui então, uma área que é responsável por tratar questões ligadas ao ofício dentro de uma empresa.

Sendo assim, ela tem como objetivo ajudar pessoas que se lesionaram dentro de seu ambiente profissional. Principalmente as relacionadas a esforço por repetição.

4. Fisioterapia esportiva:

Um dos meios mais conhecidos da atividade, a fisioterapia esportista trata e previne lesões em atletas.

Dessa forma, em geram atuam em centro esportivos e/ou clínicas. Podemos notar então, que sua principal função é tratar e prevenir qualquer tipo de dano e seus efeitos colaterais.

O que faz com que os profissionais estejam sempre dispostos a socorrer atletas de imediato ou logo após ter sofrido acidentes como:

  • Contusões;
  • Distensões;
  • Fraturas;
  • Tendinites;
  • Entre outros.

Além disso, sua atuação geralmente é planejada de modo individual e leva em conta a rotina do paciente.

5. Necessidades especiais:

Esse grupo se caracteriza por ter certos tipos de barreiras, seja ela mental ou física. Portanto, é necessário que todo cuidado possa ser feito em seu tratamento.

Desse modo, o profissional irá atuar a fim de estimular e fortalecer os músculos dessas pessoas.

Uma série de exercícios e técnicas costumam ser utilizadas durante as sessões.

6. Profissional de fisioterapia cardiológica:

O profissional de fisioterapia cardiológica cuida das condições pré e pós-operatórias e doenças ligadas a respiração ou coração.

Portanto, todos os exercícios acabam tendo ligação com essas duas questões. Aqui, o profissional é apto para atuar em:

  • Hospitais;
  • Clínicas;
  • Consultórios;
  • Reabilitação;
  • Casa de paciente;
  • Entre outros.

Além disso, ele pode optar também por ser pesquisador ou lecionar em faculdades.

7. Profissional de fisioterapia ortopedia:

Não poderíamos deixar de lado uma das áreas mais lembradas. Uma vez que, aa ortopedia é a primeira opção que sempre vem a mente das pessoas quando se fala sobre fisioterapia.

Sendo assim, o profissional de fisioterapia como todos bem conhecem, tem como função tratar lesões como:

  • Fraturas;
  • Luxações;
  • Articulações;
  • Lesão de coluna;
  • Entre outros.

Essa é uma das áreas mais procuradas para atuação. Assim, podem tratar todo tipo de desgaste, trauma ou doenças congênitas.

Sendo assim, o mercado de trabalho neste campo é promissor e vasto.

8. Profissional de fisioterapia neuro-funcional:

Aqui, um fisioterapeuta trata e previne todo distúrbio relacionado ao sistema nervoso.

Ainda, trata problemas neuromusculares. Sendo assim, através de ações que fazem com que as funções sejam refeitas e os seguintes pontos são acionados:

  • Coordenação motora;
  • Equilíbrio;
  • Força;
  • Diminuição de zumbido;
  • Melhora na Tonteira;
  • Entre outros.

Então, qualquer sinal de dor, acaba sendo possível de tratar e recuperar. Nesse caso, é preciso que o profissional tenha uma boa noção dessa especialidade.

9. Acupuntura:

Esse modo acaba sendo pouco conhecido na verdade. Isso porque para executá-la, não é preciso que você tenha formação no curso.

Os profissionais de fisioterapia na verdade, estão aplicando a técnica chinesa como um auxílio no trabalho comum.

Por isso, de modo gradual, a atividade vem sendo cada vez mais usada. A técnica tem como base ligar mente e corpo. Sendo assim, ela vem para restaurar esses pontos.

Por meio de adição de agulhas no corpo, a técnica manda estímulos para que o equilíbrio seja feito.

Então, por ser uma aliada, a acupuntura se junta no trabalho de baixar as dores de quem as sentem.

10. Pilates:

A fisioterapia também pode usar o pilates como aliado. Isso porque a técnica tem como foco restaurar as condições das pessoas.

Portanto, por meio de ações de baixo impacto e respeitando os limites de cada um é possível que haja um tratamento adequado.

Além disso, ao contrário da acupuntura, somente fisioterapeutas e educadores físicos podem dar aulas de pilates.

Conclusão

Conclusão

Foi possível ver então, algumas das principais carreiras na qual um profissional da fisioterapeuta pode se especializar.

Logo, podemos concluir o quão vasta é essa área. Por isso, é vital que seja qual for o campo de atuação que o profissional desejar, que ele seja capacitado e apto a fazer sua função.

Busque assim por bons cursos para se especializar e continue sempre se educando, para ficar atualizado em sua carreira!

Nos conte aqui nos comentários então, qual é a área que você mais se identifica. Compartilhe também este artigo para que outras possam se beneficiar dele também.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixe o Ebook de pilates e AVC gratis!

Faça o download aqui!