fbpx

Pilates pode ajudar no tratamento da obesidade?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
tratamento obesidade com pilates

O Pilates é um exercício eficaz, mas pode ajudar para tratar a obesidade? Fazer exercícios é parte de um processo de diversos fatores para tratar a saúde de pacientes obesos.

Mas será que o Pilates pode ajudar a tratar as pessoas obesas? Desde já, a resposta é sim! Pilates é indicado para pacientes obesos por muitas causas.

Tendo como principal objetivo com a prática, a melhora da rotina e aumento da qualidade de vida.

Pilates para tratar a obesidade

tratamento para obesidade

No curso de pilates no Rio de Janeiro , que fizemos esse ano, vimos que pacientes obesos apresentam limitação de movimentos, além de sobrecarga no sistema ósseo e demais partes do corpo.

Por isso mesmo, pessoas obesas devem praticar atividades físicas que não geram impactos sobre essas partes do corpo. De modo que, a atividade física ajude a combater o excesso de peso e melhorar a qualidade de vida, sem expor o aluno a elevado risco de lesão.

Portanto, ao adotar a prática regular de Pilates, o aluno do método vai melhorar o corpo como todo, para aumentar sua aptidão física e sem o risco de sofrer uma lesão.

Sendo o Pilates um grande aliado para tratar a obesidade, por promover posturas mais saudáveis, queima de calorias e melhora na saúde física e mental.

Pilates emagrece e serve para tratar a obesidade?

Pilates emagrece

Para você está se pergunta se Pilates ajuda para tratar a obesidade, como um exercício com grande potencial de queima calórica….

É claro que sim! Como um exercício físico, o Pilates promove a queima de calorias, fortalece os músculos e melhora o metabolismo.

Apesar de ser benéfico, o Pilates não dá resultados em poucos treinos. Assim como diversos métodos de exercícios, que requerem dedicação contínua.

A grande distinção de usar Pilates para tratar a obesidade é que o método trabalha questões físicas e emocionais.

Portanto, aquele paciente obeso que consome muitas calorias diárias por diversas causas à parte, terá uma melhora certa.

Uma vez que, o método trabalha concentração, foco, auxilia a reduzir sintomas de ansiedade e melhora a qualidade do sono.

De modo que, toda a saúde terá melhoras pelo método. Uma vez que o Pilates contribui para que o adepto possa aumentar sua própria qualidade de vida.

Em resumo, podemos dizer que Pilates emagrece, por promover um estilo de vida mais saudável.

Qual a frequência ideal para atingir resultados com o Pilates?

obesidade no brasil e pilates

Seja com pilates online ou em aulas ao vivo, um aspecto ótimo sobre o método é que, até mesmo fazendo apenas duas aulas por semana você terá bons resultados.

E isso é positivo para motivar aquele aluno que está tentando sair de sua rotina sedentária, mas ainda não sabe ao certo como irá fazer isso.

Ao adotar a prática de Pilates por duas ou três vezes na semana, as pessoas mudam seus hábitos, e o emagrecimento começa a acontecer.

E a rotina não ficará muito pesada por causa da adição de aulas semanais. Afinal, é preciso apenas algumas horas de treino por semana para melhorar a sua qualidade de vida com os treinos.

Portanto, é uma maneira eficaz e prática de sair de uma rotina sedentária. Além disso, o treino de Pilates é intenso, mas não causa aquelas dores musculares de quem acabou de começar um treino novo de musculação.

Por isso mesmo, é natural que você se sinta relaxado e bem após um treino. O que dá a sensação de prazer e contribui para que seja mais fácil adotar o Pilates para tratar a obesidade.

Pilates é apenas um dos fatores para tratar a obesidade

É importante entender que, para tratar a obesidade é um longo processo a ser percorrido.

Da mesma forma como o paciente levou anos para engordar e atingir o peso atual, é preciso dar tempo ao corpo para perder quilos e ter mais saúde.

Adotar Pilates como prática regular de exercício, é apenas uma etapa do processo para tratar a obesidade. Afinal, é preciso mudar a forma alimentar, buscar tratar-se e acompanhar-se por um médico.

De modo que, o paciente obeso esteja sempre com todo o suporte para que a perda de peso ocorra de forma gradual e saudável.

As vezes deve haver ajuda psicológica nesse processo. Com o objetivo de que, o paciente tenha mais ajuda para conseguir perder muito peso.

Tendo em vista que, a obesidade é uma doença de muitos fatores e que precisa de uma equipe completa para oferecer o suporte adequado.

Deve-se dar ao paciente todo o suporte de saúde física e emocional que é necessário para atingir uma perda de peso equilibrada e consistente.

De modo que, emagrecer seja consequência de mudanças positivas para a saúde desse paciente.

Pilates pode ser feito junto com outros exercícios para melhores resultados

Após adquirir condição física e perder os primeiros quilos, o aluno pode associar Pilates a outros exercícios físicos. De modo que tudo seja mais saudável para acelerar a perda de peso.

Isso ajuda a tornar a rotina de atividades físicas ainda mais intensas e frequentes, para que a perda de peso ganhe velocidade.

Essa é uma estratégia ótima e saudável, para que o paciente obeso continue motivado na sua perda de peso. Uma vez que, os resultados se aceleram, trazendo satisfação por alcançar seus objetivos.

Dani Castro, fisioterapeuta e possui estúdio de pilates no Brasil e ademais no Chile.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Uma resposta

  1. Que ótima matéria! Esclarecer que o Pilates pode ajudar em umas das doenças crônicas que mais cresce no país, além de informar da importância de ser tratada levando em consideração outros fatores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixe o Ebook de pilates e AVC gratis!

Faça o download aqui!