fbpx

Descubra Como Conseguir Vagas De Emprego Para Instrutor De Pilates!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Procurar um emprego para instrutor de Pilates não é uma tarefa tão simples, visto que assim como outros lugares, é preciso ter alguns requisitos.

De fato, a profissão não precisa de uma graduação. No entanto, ainda assim se exige um conhecimento para passar para frente os conceitos do pilates.

Isso porque a profissão lida bastante com o fator da reabilitação corporal de alguns pacientes que buscam a atividade como uma alternativa para seus problemas.

Portanto, é necessário que se tenha muita responsabilidade. Mas toda questão é: como conseguir ser reconhecido? Se essa é sua dúvida, então continue lendo.

Separamos um artigo falando de fatores importantes que você precisa levar em consideração ao trabalhar com pilates.

Como achar emprego de instrutor de Pilates?

Como achar emprego de instrutor de Pilates

Assim como em qualquer ambiente de trabalho, se torna essencial que o funcionário tenha experiências prévias com a vaga que ele está se candidatando. 

Isso garantirá ao contratante uma certa confiança no trabalho daquela pessoa. Então é muito importante que na hora de você ir atrás do emprego como instrutor, você coloque coisas que te valorizem.

A primeira coisa e a mais importante é ter um curso de formação em pilates. Sem isso, se torna impossível que você seja instrutor.

Ainda que você tenha conhecimento prévio na área da saúde, é indispensável que você conheça aquilo com que pretende trabalhar. Então aqui vai o primeiro conselho:

1. Tenha o curso de formação em pilates

A regra fundamental e básica para que uma pessoa inicie no ramo do pilates é ela saber do que se trata aquilo que ela deseja fazer.

Por meio do curso de pilates , o aluno terá todo o conhecimento tanto prático e teórico de todos os fundamentos, usos de aparelhos e como aplicar as técnicas desenvolvidas por Pilates.

Então procure se formar em um lugar que tenha reconhecimento e autoridade no assunto. Esse é o primeiro passo para te garantir credibilidade.

Tenho duas dicas pra você:

2. Tenha boa presença

Como o instrutor é uma profissão que vai lidar diretamente com pessoas, é vital que você como profissional tenha uma boa presença em sala.

Saber se comunicar tanto verbalmente como corporalmente fará toda a diferença para que seus alunos entendam sua didática e para que você cative ainda mais clientes.

Mas antes de tudo, se você estiver se aplicando a uma vaga de um estúdio ou de algum outro ambiente, essa boa presença também deve se mostrar na hora de sua entrevista.

Além disso saber se apresentar no seu currículo fará toda a diferença, principalmente se você é novo na área e nunca trabalhou com isso antes.

3. Faça um bom currículo

Falando em currículo, ele será seu pontapé inicial para começar a jornada na busca por emprego. É muito importante que nele você seja sincero.

Sendo assim, só coloque as experiências que você já teve e tem como comprovar. Se por acaso você nunca trabalhou com pilates, mostre o seu interesse.

Coloque sua área de formação, seus cursos, suas habilidades extras, pontos que você acha que vai agregar na carreira de instrutor de pilates, enfim, tudo aquilo que pode te ajudar.

Se você ainda não tem experiência na área, busque antes alguns workshops, alguns cursos extras. Tudo isso fará com que você mostre que está preparado para assumir uma vaga.

4. Domine sua área de interesse

Se você deseja ser instrutor, não basta apenas querer ter a vontade. É necessário que você tenha também o conhecimento prévio das coisas.

Então por exemplo, se você quer ser instrutor de uma linha do pilates clássico, é indispensável que você tenha plena e total noção sobre o uso dos aparelhos e para que eles servem.

Assim como a finalidade de uso de cada um. O pilates solo apesar de não ser tão complexo, demanda o conhecimento dos aparelhos usados também.

Não tem por onde escapar! Para ser um bom instrutor, é fundamental que você tenha pleno conhecimento daquilo que você está se propondo a trabalhar.

Quer saber mais sobre que área você pode trabalhar com pilates? Preparei uma lista com os melhores livros de pilates pra você conhecer tudo do método! Faz clic no botão abaixo e veja mais:

5. Tenha didática

Instruir é mais do que dizer algo para a pessoa fazer. O ato de instruir é essencial para que o aluno consiga alcançar seus objetivos e assim consiga combater aquilo que o incomoda.

Seja alguma coisa ligada a uma dificuldade de locomoção, seja para fortalecimento dos músculos, para todo e qualquer objetivo, é importante que o professor tenha didática.

Assim, o aluno saberá o que fazer, como fazer e quando fazer. Saber verbalizar e passar aquilo de forma clara é um dos principais fatores necessários de se ter para quem quer instruir.

6. Saiba onde procurar

Uma coisa que faz total diferença na hora de procurar emprego, é saber onde procurar. Por isso, cadastre seu perfil nas redes de sites de vagas.

Monte também um perfil mais profissional na rede social de trabalho e faça pesquisas cuidadosas sobre aquilo que deseja trabalhar.

Então vá filtrando e escolhendo as vagas que mais se encaixam no seu perfil. Hoje em dia, muitos sites permitem que você encontre o emprego ideal sem sair de casa.

No entanto, você também pode buscar o meio tradicional, imprimir alguns currículos e entregar nos lugares em potencial que você gostaria de fazer parte.

De início nem todo mundo consegue obter uma resposta positiva de cara, mas com persistência e foco necessário, com certeza alguma hora você encontrará uma boa vaga.

As vagas de emprego no pilates, como dissemos, são diversas. Então as chances de você encontrar alguma coisa são bastante promissoras. Principalmente porque esse é um mercado em expansão.

Em conclusão…

Conclusão

Por fim, vimos então algumas dicas fundamentais para que você possa encontrar emprego para instrutor de Pilates. É importante dar atenção a esses fatores.

Logicamente existem muitas outras dicas, mas como em qualquer outro emprego, são dicas genéricas que você pode se informar em geral.

É muito importante que você busque maneiras de ficar por dentro da área e sempre esteja atento ao mercado de trabalho.

Comente aqui se essas dicas foram úteis para você e compartilhe este artigo com mais pessoas para que elas saibam também como se portar ao procurar um emprego.

Sandro Alves, professor de pilates.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Baixe o Ebook de pilates e AVC gratis!

Faça o download aqui!